Orgânicos a preços acessíveis em Itaquera

 

Paloma Neri/colaboração

 

Os produtos orgânicos são alimentos que não possuem nenhum tipo de agrotóxico em sua composição, porém, apesar do consumo benéfico ainda é difícil encontrar tais tipos nos mercados do extremo leste da cidade.

 

No bairro de Itaquera, zona leste da cidade, existe uma feira especializada no comércio de legumes, verduras e frutas orgânicas. O encontro acontece aos sábados dentro do Parque do Carmo, na avenida Afonso, 951, das 6 da manhã até ao meio-dia e meio.

 

Os preços dos alimentos variam entre eles, pois sem o uso dos agrotóxicos, os agricultores não interferem no processo de desenvolvimento natural do alimento e a colheita acaba acontecendo em épocas diferentes do convencional 

 

                                                                                                                                          Paloma Neri/colaboração

 

Genicilda do Carmo Nascimento, 43 anos, explica o motivo de somente consumir alimentos sem agrotóxico: "Consumo alimentos orgânicos há sete anos, comecei com a indicação de uma nutricionista para cuidar da saúde. Eu acho o preço ótimo não tenho do que reclamar, dura mais, tem mais qualidade e quando falamos de saúde vale a pena pagar um pouquinho mais”

 

Já a moradora Regina Maria do Santos Raimundo, 37 anos, consome há pouco tempo estes alimentos: “Faz um ano que consumo alimentos orgânicos, pra mim qualidade não tem preço”.

 

“Gostaria muito de consumir alimentos orgânicos, principalmente por causa dos benefícios a saúde, mas não compro por serem caros pra mim” afirma Rubens Romano, 52.

 

A dificuldade em encontrar produtos orgânicos também é um empecilho para alguns moradores: “Nunca comprei alimentos orgânicos, é a primeira vez que vejo está feira aqui. Acho que pensando na saúde vale pagar um pouquinho mais por um produto de qualidade, e também não estou vendo muita diferença nos preços”, relata Maura Alves, 31 anos.

 

A associação de produtos orgânicos da Zona Leste existe desde 2009, e possui cerca de 30 agricultores que possuem sua própria orta e moram e vendem na zona leste de São Paulo, como: São Mateus, Guaianases, São Miguel e Itaquera. Como conta uma das agricultoras, Elza Musse, 54: "Trabalho a dois anos plantando e vendendo produtos orgânicos. Faço isso por amor, então a gente não visa tanto o lucro, porque a gente é produtor e não puxamos tanto o preço, um exemplo: Os pés de alface que vendemos variam os preços entre R$2,50 ou R$ 3,00 reais, acaba não tendo muita diferença no preço em relação a feira comum, e os clientes também não reclamam”.

 

Outras Matérias

fotos/AEIP - Associação dos Empresários do Itaim Paulista
fotos/CLIPP STORE 2016

Draw My Life: Itaim Paulista
405 anos de história

Copyright © 1998-2016 CLN-Central Leste Notícias. Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da CLN