Moradores elogiam praças na Vila Curuçá, zona leste SP

Arthur dos Reis
Especial para CLN

 

Os distritos do Itaim Paulista e Vila Curuçá, ambos na zona leste da capital e administrados pela subprefeitura do Itaim, possuem mais de 140 praças. Só na Av. Cocá, na Vila Curuçá, por exemplo, são quatro praças, sendo três muito bem cuidadas e outra com problemas de acumulo de lixo. Todas com boa iluminação que chega a ser mais forte que a iluminárias das ruas no entorno.

A maior e mais conhecida é sem dúvida a Praça Francisco Pereira, que serve de rotatória para os veículos que passam por aquela região. A Praça tem uma decoração diferente das demais, com grandes pedras no gramado, luminárias brancas em postes vermelhos, um Torii que é um portal japonês, uma passarela de concreto com corrimão vermelho que passa por cima de onde deveria existir um lago. Tudo em homenagem a cultura japonesa. O local é bem conservado, com grama baixa, pouco lixo nas vias, guias rebaixadas com rampas para quem usa cadeira de rodas e calçadas com acessibilidade.

"Ela é bem conservada, tá sempre bem arrumadinha, só de vez em quando a sujeira volta, né?! Quase não se vê gari aqui" comenta Francisca Almeida, 53 anos e dona de casa.

                                                                                                                                               Arthur dos Reis/CLN

Praças na Vila Curuçá ganham elogios dos moradores da região pelo excelente estado de conservação

 

Outra praça em bom estado na Av. Cocá, é a Praça Fátima Silva Reis, em frente ao moto clube Lobos-Guará. Mesmo sem decoração e com tamanho menor, a praça tem bom movimento devido ao ponto de ônibus, e apesar de não existir lixeira, é bem conservada.

Já a Praça Nereu Silva, não está no mesmo nível das demais, mas nem por isso quem passa por ali reclama, como é o caso da aposentada de Neuza da Rocha, 80. "Tem os banquinhos para sentar, é gostoso ficar aqui (...) uma vez ou outra limpam e é bem iluminada"

Apesar disso, nem tudo são flores, a praça inominada no final da Av. Cocá com a Rua Cembira, não está em bom estado, a grama foi cortada recentemente, mas encontrar lixeira ali é bem difícil o que faz o lixo ficar acumulado. Outro problema é a calçada, a raiz de uma árvore elevou o concreto, dificultando a passagem dos pedestres especialmente as pessoas com mobilidade reduzida que usam cadeiras de rodas. O cheiro de um animal morto a dias é muito forte.

"Demorou (para cortar o mato), esse ano cortaram antes e agora depois de quatro meses (...). Antigamente tinha uma senhora que tomava conta, ficava só limpando aqui e era direitinho, limpinho, agora ficou isso ai" queixou-se José Bonifácio, de 60 anos, referindo-se a falta de zeladores de praças.

Procurada, a subprefeitura do Itaim Paulista não retornou nossas mensagens e e-mails sobre a falta de lixeiras e limpeza da praça no final da Av Cocá até o fechamento da matéria.

 

 

 

 

 

 

 

Outras Matérias

fotos/CLIPP STORE 2016
fotos/AEIP - Associação dos Empresários do Itaim Paulista

Draw My Life: Itaim Paulista
405 anos de história

Copyright © 1998-2016 CLN-Central Leste Notícias. Todos os direitos reservados.

É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da CLN